Trieste

Ainda sobre Trieste:

– Antiga cidade-estado portuária. Junto com Veneza e Dubrovnik, eram os mais importantes portos do Mar Adriático.

– O vento Borá, que chega do sul no inverno, só não carrega as pessoas porque existem algumas alças espalhadas pela cidade para os pedestres se segurarem…

– Depois da I Guerra Mundial, Trieste foi anexada à Itália. De 43-45,  foi ocupada pelos nazistas. De 45-47, pelos Partisans iugoslavos. De  47-54 voltou a ser zona-autônoma, em um acordo entre os Partisans (Tito) e os Aliados (EUA e UK). Em 54 voltou a fazer parte da Itália.

– O Triestin é considerado um idioma à parte, mais do que um dialeto. E os moradores consideram a cidade praticamente ainda como uma cidade-estado. Se referem ao resto da região de Friuli-Venezia Giulia (que falam o dialeto friulano) de um modo como se não pertencessem à ela.

– O psiquiatra veneziano Franco Basaglia desenvolveu na cidade a Psiquiatria Democrática, que revolucionou, humanizando, o tratamento mental nos anos 60. A cidade mantém intenso intercâmbio com o Brasil neste campo.

– Proximidade cultural com os Bálcãs. No verão, festival de música balcânica e êxodo em massa para as praias e mais de mil ilhas croatas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s