Exílio

Em Sarajevo ficamos amigos de uma arquiteta. Quando a Guerra da Bósnia começou, ela tinha 6 anos e uma irmã ainda mais nova. Como seus pais acharam que o conflito duraria só alguns meses, sua mãe levou as duas filhas para Dubrovnik, na Croácia, onde se refugiaram, e o pai ficou em Sarajevo, para tomar conta do apartamento e de parte da família.

A guerra durou quase 4 anos, e durante todo esse tempo a família ficou separada – a partir de um momento, sair da cidade ficou difícil e caro. Nos primeiros anos seus pais se falavam por carta ou telefone, depois todas as comunicações de Sarajevo foram cortadas.

Quando ela voltou a ver o pai, já tiha quase 10 anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s