Monolitos

Em uma região onde etnia, religião e nacionalidade são conceitos indissociáveis, os campanários das igrejas e os minaretes das mesquitas  funcionam como demarcadores de territórios.

É comum dezenas de minaretes uns ao lado dos outros compondo uma cena em cidades como Sarajevo e Mostar, mesmo a maioria dos muçulmanos destas cidades não sendo praticantes.

Mas nada se compara ao campanário de 100 m de altura construído depois da guerra da Bósnia, em Mostar Ocidental, para demarcar o território croata. Desequilibra completamente o panorama. E, claro, é visto pelos bosniaks mais do que como uma demarcação, mas como um provocação.

A propósito, perguntei  para as pessoas como era a relação entre os habitantes dos dois lados. Me disseram que não se frequentam tanto, mas que não existe problema em circularem de um território para outro. Também não é comum, mas acontecem de bosniaks terem amigos croatas, e vice-versa. Eventualmente os mais jovem até têm relações extra-étnicas, mas casamentos, quase nunca. Claro que existe a ala mais radical nacionalista que prega o ódio e o exerce principalmente através das torcidas organizadas de futebol.

Mas de modo geral as pessoas são relaxadas e festeiras. A mulher de um amigo bosniak  acha ridículo tudo isso. Me disse que está feliz mesmo é com o novo marco que está prestes a ser fincado em uma rua da cidade: um estandarte da Mc Donald’s!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s