O Euro em Montenegro

A moeda em Montenegro é o Euro, apesar do país não ser parte da União Européia e muito menos da zona do Euro.

Em 2000, as únicas repúblicas que tinham restado na Iugoslávia eram a Sérvia, incluindo o Kosovo, e Montenegro. O Dinar, moeda oficial, era completamente controlado pelo governo sérvio, bem mais forte do que o montenegrino. Naquele ano, como uma forma de afastar do nacionalista sérvio Slobodan Milosevic e se aproximar dos países da Europa Ocidental, o governo de Montenegro adotou o marco alemão. A utilização da moeda estrangeira era também uma tentativa de se desvincular da política econômica sérvia, com sua alta inflação e falta de direção bem definida.

Com o fim do Marco alemão em 2002, Montenegro seguiu a Alemanha e passou a usar o Euro.

Apesar de trazer vantagens – controle inflacionário, estabilidade, facilidade no comércio internacional -, há também grandes inconvenientes na adoção de uma moeda estrangeira unilateralmente. Por exemplo, não ter poder para desvaloriza-la quando necessário, o que tornaria seus produtos mais competitivos para a exportação, pode exigir medidas penosas, como a diminuição dos salários para consequentemente baratear a produção interna e assim atrair compradores internacionais. E países como Montenegro, com mercados internos muito pequenos, são ainda mais dependentes da exportação.

Nos Bálcãs, além de Montenegro, o Kosovo também adotou o euro unilateralmente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s